Novo site Florais das Gerais!

NOVO SITE

Visite o novo site! Faça seu cadastro gratuito, acompanhe nossos artigos, veja nossos catálogos de produtos, visite nossa loja virtual, assista os vídeos informativos, ouça música enquanto navega, deixe sua opinião no link Atendimento, cursta nossa página no facebook e muito mais! www.floraisdasgerais.com.br

Nas escolas de Guarujá, florais são aliados dos educadores

Terapia

Florais de Bach

Carolina Iglesias

Equilibrar as emoções, controlar a hiperatividade e, acima de tudo, garantir a harmonização do comportamento. Esse são os objetivos do Projeto Florais na Escola, desenvolvido pela Secretaria Municipal de Educação de Guarujá, por meio da Casa do Educador, nas unidades de ensinos Infantil e Fundamental da Cidade. O projeto, implantado na rede pública do Município em 2011, já atendeu mais de 1.500 pessoas, entre educadores, funcionários em geral, pais e alunos. Neste período, participaram do projeto 31 instituições de ensino.

Segundo a coordenadora Patrícia Durval Rigobelo Ré, que é terapeuta e professora da rede pública, a adoção da terapia floral teve início com um aluno em 2010. A criança, segundo a docente, tinha um convívio difícil com os demais alunos, apesar de não ter sido diagnosticada com hiperatividade. Florais são utilizados em escolas municipais para harmonização de comportamento dos alunos ”Por ser terapeuta, decidi conversar com a direção da escola sobre o método. Depois disso, conversei sobre a terapia floral com a mãe, que autorizou o ‘tratamento’. Com o uso, a criança começou a responder muito bem às atividades em sala de aula”. Um ano depois, Patrícia montou um projeto que foi apresentado à Secretaria de Educação. Aprovado, começou a ser adotado nas escolas infantis da Cidade e, depois, nas unidades de Ensino Fundamental.

”Antes do início da terapia, há sempre uma palestra para esclarecer o que são os florais, sua função e como serão utilizados”, explica a coordenadora do projeto, que conta também com a participação dos terapeutas florais Marcos Umbelino e Flávia de Paulo. Ainda conforme Patrícia, além das escolas, os atendimentos também acontecem na Casa do Educador. ”Atendemos quadros depressivos, com déficit de atenção, problemas de aprendizagem, entre outros. Após explicarmos a filosofia da terapia, começamos a tratar o sentimento, a emoção destes pacientes, que não são apenas alunos. São pais, educadores, entre outros funcionários.

Nosso objetivo é que as pessoas possam lidar melhor com a convivência com o outro”, conta. Patrícia explica ainda que o uso dos florais não dispensa o tratamento médico. Nestes casos, é feita uma associação e, se houver necessidade, o trabalho é realizado em conjunto com psicólogos. “A prescrição dos florais é feita por terapeutas da nossa equipe. Trabalhamos com essências de florais de Bach, que buscam somente o equilíbrio emocional e beneficiam pessoas de todas as idades”. Na rede pública, cada unidade possui um dia e horário dedicado aos trabalhos do projeto.

O atendimento também é realizado na Casa do Educador (Avenida Leomil, 164 Centro), mediante agendamento, às sextas-feiras, das 13h às 17 horas. Informações pelo telefone 3386-4378.

Fonte: http://www.atribuna.com.br/noticias.asp?idnoticia=187191&idDepartamento=5&idCategoria=0

Seja um(a) terapeuta floral! Curso online, maiores informações acesse:

http://www.floraisdasgerais.com/ecommerce_site/categoria_221-1350_6213_Curso-online-Terapia-Floral-Curso-Terapia-Floral-Completo

 

%d blogueiros gostam disto: